ZDB

Música
Concertos

B Fachada ⟡ Julinho da Concertina

Sáb11.07.2021:00
Fundação Calouste Gulbenkian ⟡ Anfiteatro ao Ar Livre

Conheça as regras de acesso antes de entrar nos espaços da Fundação Gulbenkian.

B Fachada

Nome grande da canção portuguesa, a ombrear com os grandes escritores de canções de agora e de sempre, B Fachada tem já legado de tal modo respeitoso que tudo o que venha daqui em diante é praticamente uma bênção por tudo o que ficou para trás nas melodias e palavras que fazem já parte do cancioneiro português. Os vários discos homónimos, B Fachada É Pra Meninos ou Criôlo são registo de um caminho muito particular e focado, pouco dado a tendências mais momentâneas, profundo conhecedor do seu passado – Zeca, José Mário Branco ou Sérgio Godinho – mas sem reverências escusadas.

Sem registo discográfico desde o álbum homónimo de 2015, B Fachada reaparece aqui num período em que são relativamente esparsas as suas aparições. Algo de quem trata o seu ofício com o tempo e a atenção que este pede, sem pressões externas nem pressas. Com sorte, quem sabe se não nos revela algo daquilo em que tem andado envolvido mais ou menos secretamente ao longo destes cinco anos. BS

Julinho da Concertina

Verdadeiro mestre da concertina e figura muito querida e respeitada no seio do funaná – música tradicional de Cabo Verde de energia e dança – natural da ilha de Santiago e residente em Lisboa desde 1971 – Julinho da Concertina seria uma espécie de mito não fosse tão real a sua presença e puras as suas intenções. Sempre acompanhado pelo seu instrumento faz mais de 50 anos, grande parte deles a ganhar toda uma popularidade e admiração enormes por entre o chamado circuito de “bailes de gaita” que vão acontecendo neste país por entre as comunidades PALOP, Julinho acarreta toda as vivências, durezas e alegrias para a sua música.

Em 2018 lançou para o Mundo o essencial Diabo Tocador através da Celeste/Mariposa, dando a conhecer mais amplamente a sua música de vida, assente na tradição do ferro e da gaita e cheia de história(s), num acto de libertação, de festa, mesmo quando se cantam as realidades mais duras e sofridas das gentes. Puro. BS

Programa Relacionado

Próximos Eventos

aceito
Ao utilizar este website está a concordar com a utilização de cookies de acordo com o nossa política de privacidade.