ZDB

Música
Concertos

Peter Evans “Som Crescente” #3 com Demian Cabaud

Seg09.12.1919:00
Galeria Zé dos Bois
Peter Evans © Vera Marmelo
Demian Cabaud

Nome maior para a contínua vitalidade e reinvenção do trompete ao longo da última década – a par de Nate Wooley talvez? – e também do jazz e suas possíveis escapatórias e avanços de valor e bravura, Peter Evans dá agora início nesta casa a um ciclo de workshops orientados por si com o nome de ‘Som Crescente’. Com o intuito de reunir músicos de vários quadrantes durante um período intenso de trabalho e colaboração durante dois dias com a assistência de um artista convidado, Evans procura focar esse tempo e este espaço na criação de novos trabalhos, sejam eles acústicos, electrónicos, de improvisação, composição ou em combinação de várias práticas, com apresentação pública no final dessa estação. Com periodicidade mensal, Evans pretende apresentar pequenos ensembles de cinco a sete músicos, onde cada voz tenha o seu lugar, num regime de colaboração aberto.

Para esta terceira edição Peter Evans convida Demian Cabaud e um grupo de músicos com foco particular na tradição do Jazz e da música improvisada Afro-americana. O grupo navegará por peças de compositores como Jackie Mclean, Ornette Coleman, Charlie Parker, Herbie Nichols entre outros, bem como peças de Cabaud e Evans. Comunhão e prática.

Damien Cabaud

Demian Cabaud nasceu em Buenos Aires, Argentina, em 1977, em uma família onde não havia músicos . Ele descobriu a música sozinho aos 11 anos e começou a mergulhar nela , dmais tarde apaixonou-se pelo som do contrabaixo e começou a estudar com Hernan Merlo, Miguel Angel Villarroel e nos últimos 10 anos com Alejandro Erlich Oliva.

Em 2001 mudou-se para Boston, Massachusetts, depois de receber uma bolsa de estudos da Berklee College of Music, onde se graduou em maio de 2003.

Em Boston teve contacto e aprendeu com grandes mestres , começou a actuar com muitos músicos talentosos e uma digressão levou-o a Portugal, em 2004 mudou-se para Lisboa e depois de 7 anos mudou-se para o Porto, onde vive com a sua família.

Demian é um artista muito ativo , tocou e gravou com musicos como Lee Konitz, Joe Lovano, Chris Cheek, Mark Turner, Bill Mchenry, Rich Perry, Rick Margitza, Seamus Blake, Ohad Talmor, Miguel Zenon, Perico Sanbeat, David Schnitter, Maria Schneider, Kurt Rosenwinkel, Gilad Hekselman, Phil Grenadier, Darren Barret, Russ Johnson, Jason Palmer, Jason Moran, Bill Carrothers, Leão Genovese, Bernardo Sasseti, Albert Sanz, Mario Laginha, Maria João, Maria João, Theo Bleckman, Sheila Jordan, Ra Kalam Bob Moses, Jeff Williams, John Riley, Jorge Rossy, Gerald Cleavert, Francisco Mela, Dan Weiss, Ari Hoenig Ferenc Nemeth, John Hollenbeck, entre muitos outros.

É membro regular da prestigiada Orquestra Jazz de Matosinhos da OJM há 16 anos. Já tocou em mais de 60 discos e como líder lançou “Naranja” TOAP Records em 2008, “Ruínas” TOAP Records em 2010 e “How about you ?” TOAP Records em 2011, “En febrero” Fresh Sound New Talent Records 2013, “Off the ground” Robalo records 2016, “Astah” Carimbo Portajazz 2018, “A terra é de quem trabalha” Carimbo Portajazz 2018 e “Aparición” Carimbo Portajazz 2019.

Programa Relacionado

Produção Relacionada

Próximos Eventos

aceito
Ao utilizar este website está a concordar com a utilização de cookies de acordo com o nossa política de privacidade.